A Cozinha de Bill em Notting Hill

Neste final de semana assisti no BBC HD (531 da NET) um programa que fiquei apaixonada!
Como o nome já enfatiza, ele é gravado em Londres. Ahh, Londres…
Nos transporta para o coração de Notting Hill e para dentro da cozinha de um renomado chef australiano que se estabeleceu com a família na cidade, onde comanda hoje um restaurante.
Sempre atuou na área, foi considerado pelo New York Times o “Rei dos Ovos”, ou seja, suas receitas, especialmente de cafés da manhã e easy meals, digamos assim, são incríveis.
Apaixonante, é o que eu posso dizer. Tudo gravado dentro da sua própria cozinha e com imagens deliciosas da cidade e seu dia a dia.

Para quem for à Londres e quiser experimentar de perto, o seu Granger and Co. é uma ótima pedida. Vou lá com certeza!

18c530ac9ddb75aef75af17014937aac

Granger & Co 1

bill2

Famoso por seu jeito brilhante e animado para cozinhar, o chef australiano Bill Granger sempre acreditou em cozinha sem drama. A ideia de cozinha rápida e fácil para Bill não é cozinhar com pressa ou sacrificar o sabor para ganhar tempo, que é como as pessoas comem na verdade todos os dias em várias partes do mundo. “Na Austrália, não chamamos de Fast ou Express food, apenas chamamos de comida!” Bill e sua família se mudaram para o Reino Unido e abriram um novo restaurante em Londres. Nesta série de dez episódios, cada um apresenta um tema e uma história. Serão três receitas por show, algumas tomadas em sua casa, algumas no novo restaurante e outras em locações. Bill sempre viaja para acompanhar seus outros projetos, mas também para experimentar novos lugares e novos sabores. Nessa série, ele verá de perto o point culinário do momento na Europa, a Escandinávia, para descobrir novas ideias de receitas para seus restaurantes em Londres.

Alguns de seus livros:

bill-granger-feed-me-now

BillsBasics_9781844008438

Já virei fã!

Uma cozinha simples, confortável, autêntica, sem mistérios que usa o que tem de mais fresco e local, como tudo deve ser. Como ele mesmo disse no programa: “Fast Food não é sinônimo de Junk Food”. Perfeito!

Quem tiver o canal, fiquei de olho na programação para ver os horários que variam bastante. Não consegui pegar ao certo pois ainda é terça, mas já adianto que passa nos finais de semana. Espero que gostem das dicas!

The British Bake Off

Um programa que assisti neste domingo e amei foi o The British Bake Off – vejm o site que é incrível!
Foi uma indicação de uma amiga querida, que disse ter lembrado de mim. Hehe, acertou em cheio e amei a lembrança!
Como a maioria dos programas de culinária, acontece uma competição onde cada um tem que fazer a receita passada no dia e ocorre também uma eliminação. Sim, é vida real e é tenso… Assim que eu fico!
Com um ambiente que passa a fantasia da confeitaria: colorido, delicado e mágico.

Passa na BBC HD, canal 531 da NET. Vejam o trailler:

O sucesso de Kitchen Nightmares

Um programa que eu adoro e já falei aqui no blog, Kitchen Nightmares, de um dos meus chefs marketeiros preferidos, Gordon Ramsay.
Nele, Ramsay – com toda a pompa e arrogância de um “chef estrela” – tenta salvar restaurantes quase falidos com péssima comida, higiene precária, maus hábitos e pouca experiência em atendimento.
Durante o programa, confesso, fico bem nervosa e agoniada – é muito difícil este trabalho e, principalmente, mudar a percepção e educar os donos. No final, tudo fica como um restaurante “perfeito”: decoração renovada, menu remodelado e novas técnicas de cozinha. Ok.

A questão é: a saga continua? Os ensinados dão continuidade? Acabo de ver a terrível resposta no DailyMail onde conta que de 20 restaurantes assessorados por Ramsay, apenas DOIS estão de pé ainda! Impressionante, até aterrorisante.

article-2381911-04993FBE000005DC-453_634x478

Como atuo na área, tanto como posição de chef, quanto na posição de proprietária, me faz pensar e muito nestes resultados…
É, a teoria e a prática são duas linhas nada tênues. O sucesso e continuidade de um restaurante não conta apenas com apostilas e números contábeis – que são muito necessários também. A dedicação, esforço, receptividade e qualidade acima de tudo, são a cereja do bolo.
Um DOM que não é para todos, definitivamente…
Em contra partida, penso no lado do chef: seu jeitão estiloso – afinal, é um show bizz – faz sucesso nas telas, mas é capaz de ensinar e conformar as pessoas reais? “Is it real?!”
Será que focaram mais nos telespectadores do que nas meras vítimas, transformadas em atores? Neste mundo da televisão quase nada é real, tudo feito para impressionar e pensando em um único resultado: ter suce$$o. Um sucesso egoísta que pensa apenas nos pontos de audiência…
Não posso julgar porque não sei de fato o que acontece por trás disso tudo, infelizmente. Mas só posso dizer: lamentável.