Nobu 57 – NYC

Vou começar a matéria confessando uma coisa: sempre que viajo para fora, adoro conhecer restaurantes – dos mais simples, de rua, aos mais sofisticados – que são locais. Me encanta a culinária e cultura de cada lugar e, principalmente, me lembrar sempre daquela cidade e da viagem com a lembrança de um prato, restaurante.
Na Europa, em especial, sou parceira número 1 em descobrir lugares novos, cantinas, bistrôs, sem medo! Dispenso grandes nomes de locais que posso ir em outras cidades do mundo…
Em Nova York (e nos Estados Unidos como um todo) é um pouco diferente. Claro que não mudo minha opinião, mas especialmente na Big Apple vale apostar nos nomes já conhecidos e redes, como o Nobu.
Eles são campeões no atendimento, impecáveis no preparo e, sem dúvidas, conseguem os melhores produtos do mundo, com a melhor qualidade.
Assim como o Mr. Chow (veja AQUI!), aqui voltarei sempre que for para lá.
O Nobu é tiro certo em qualquer lugar do mundo que ele esteja e, este daqui na rua 57 para mim e especial. Vive lotado! Fui em uma segunda-feira bem tarde (com reserva, claro) e estava cheio.
A rua 57 é daquelas ruas Nova Iorquinas com lojas e hotéis chiquérrimos, que cruza a 5th Ave. Tudo a ver, não é?! Tem que entrar no clima, esta região respira luxo.

Pessoal bacana, muitos locais e gente de todos os lugares do mundo. Amei, amei, amei! Vejam:

Nobu-57
O restarante visto da rua. Muito top! Não reparem se as cortinas estiverem fechadas e não verem este visual de fora

nobu-57_v4_460x285

9-nobu-57_650_20130412
O bar

nobu-57_v1_460x285
No andar superior, onde estão as mesas

Fotos que eu tirei:

foto 5-76

foto 4-86

foto 5-75
Os drinks: peçam vários! Este aqui era com licor de morango e vinham estes moranguinhos secos, uma delícia e bem docinho, para quem curte

foto 2-106
Martinis. Outro clássico e #mustdrink é o Lichia Martini (não gosto da fruta). Estes dois fui na sugestão do garçom, supersimpático e atencioso. Na dúvida: peças dicas, eles sabem muito!

Os pratos: não pedimos sushis. Adoro pratos diferentes e, para mim, peixe cru tem que vir com molho ou algo a mais…

foto 4-84
Atum com molho picante

foto 1-105
O melhor do mundo! Rock Shrimp – camarão empanado, quentíssimo, com molho cremoso. Falou em “cremoso”, minha cara, amo. Não deixem de pedir, mesmo!!!

foto 1-104
Salada de Lagosta com Cogumelos. Uma delícia, vem quente. Amo, amo lagosta

foto 2-107

foto 3-93

foto 4-85

foto 3-92
O ambiente. A foto ficou escura mas dá para ver como estava cheio, não é?!

foto 3-94
Minha irmã, Caterina, e eu

O preço é mais salgadinho, mas bem dentro dos padrões. Vale à pena ir.
Espero que gostem!

Nobu 57 $$$$
40 West 57th Street
+1.212.757.3000

Brigite’s

Um dos endereços que eu mais gosto de ir para comer no Rio de Janeiro é a rua Dias Ferreira, no Leblon.
Com um restaurante ao lado do outro, opção não falta. Sushi Leblon, Zuka, Quadrucci, Celeiro, Venga… todos eu visito sempre que passo pela cidade.
Já apresentei AQUI a última aquisicão da rua, o restaurante italianinho e aconchegante Brigite’s, e desta vez fui conhecer de perto. Adorei!
Badalado e com menu delicioso, que traz os pratos mais clássicos da gastronomia italiana. Palmas!
Vale à pena. Vejam:

brigites2

ambiente_brigites_cred-Rodrigo-Azevedo_2_baixa

foto 1-73

foto 4-57
Couvert

foto 2-75
Croquete de Pato com molho de Wasabi – incrível a combinação! Amo wasabi e sempre comia com comida japonesa

foto 3-61

foto 2-76
Tagliatelle de Pupunha com creme de Parmesão e Trufas – amei! Primeira vez que experimento a “massa” feita com palmito pupunha e adorei. Leve, com sabor bem acentuado do azeite trufado e do parmesão, que sou fã. Vou pedir sempre!

foto 1-74
Carbonara – outro prato saborosíssimo e que indico muito pedir!

foto 5-47
Massa fresca com Ragu de Carne

Outros dois pratos que me deixaram com água na boca e que vou experimentar na próxima:

foto 1-5
Paglia e Fieno gratinado com Presunto

foto 2-4
Atum selado com Gnocchi de Abóbora e creme de Foie Gras

Brigite’s
Rua Dias Ferreira, 247A, Leblon – Rio de Janeiro
Tel: (21) 2274-5590

Santa Barbara – California

Santa Barbara, na Califórnia, foi a cidade que mais gostei e me identifiquei da região, seguida por San Francisco que falarei depois.
Pequena, charmosa, parece coisa de filme. Tudo é bonito, perfeito, bem planejado, pessoas de bem com a vida, educadas, sabe?! Tive dias maravilhosos por lá e quero muito voltar!
Fiquei 5 dias, já que tenho uma amiga morando lá, mas para quem estiver de passagem, com apenas 2 dias dá para conhecer e seguir estas diquinhas que vou passar hoje.
Ótimo lugar para ir com grupo de amigos pois tem muitos jovens e bares, especialmente para quem gosta de esporte e surf – quase todo mundo aqui é  “sarado”, loiro e com olho azul! Hahaha… Não generalizem, né?! Boa pedida também para ir em casal, terceira idade vai amar e, em especial, achei um destino ótimo para ir com crianças.
Não é à toa que grande parte dos famosos com alto poder aquisitivo (dos mais mais dos EUA) vivem por aqui, é maravilhoso! Oprah, Gisele Bunchen, Catherine Zeta-Jones, entre muito outros “Hollywoodanos” moram bem longe de Hollywood e Los Angeles... O lugar tem uma beleza única, as grandes mansões ficam em cidadezinhas anexas, como bairros de Santa Barbara. 
Por aqui é muito fácil de andar e se achar. A cidade tem uma via à beira do mar que é a principal: fica o Pier, passeios de bike, patinete, pista de corrida, pista de skate, praia com muitas atividades como vôlei, stand up e os gramados deliciosos com aquelas mesas comunitárias.
A Universidade daqui, considerada a melhor do país, tem um campus imenso de frente para o mar. Absolutamente incrível! Alunos de todos os lugares do mundo, por isto a cidade tem um clima jovem e alegre. Ps.: fui com a minha amiga que estuda aqui e vi a aula de ginástica, que faz parte do calendário de aulas, achei muito legal! Uma aula bem funcional e pesada, com técnicas de boxe e localizada. Saúde aqui se vê por toda a parte, nada de americanos com sobrepeso e sedentários! Me lembro que quando escolhi meu destino de intercâmbio quando era novinha (uns 13) estava em dúvida entre vir para Santa Barabara porém optei pela Flórida… Hoje vejo que teria sido uma ideia maravilhosa aqui! Se alguém estiver com esta dúvida ou planejando mandar seus filhos para morar fora um dia, dou aqui meu depoimento e sugestão, vale à pena! Aqui tem um climinha europeu charmoso que não encontrei em nenhum outro lugar dos Estados Unidos…
Voltando… Ainda aqui à beira mar estão os hotéis mais legais da cidade, onde indico que se hospedem.
Bom, a outra parte da cidade é baseada em uma grande rua, a State Street. Ela começa aqui na praia e atravessa toda a cidade. O mais gostoso é que nela gira tudo! Restaurantes, banco, lojas, cinema, tudo. Vejam as fotos e todas as dicas:

DSCN7733
Na estrada: Los Angeles – Santa Bárbara. No GPS, sugiro que coloquem qualquer endereço em Malibu primeiramente para passar por Santa Monica e pelas praias pois vale à pena o visual. Depois de lá sim, coloquem o endereço de destino em Santa Barbara, que será por grandes vias e não beirando o mar

DSCN7729
Quem quiser uma parada par almoço, minha sugestão é o típico restaurante “surfista” americano, o Duke’s. Falei dele AQUI

DSCN7726
A vista do Duke’s

IMG_5003
Chegando em Santa Barbara

DSCN7763
Reparem que o tempo está nubladinho, como eles chamam: foggy. É assim quase todos os dias do verão e final dele (fui em outubro). Mas não se espantem, exatamente às 13hs ele começa a abrir, muito engraçado hehehe…

DSCN7739
Na avenida da praia. Este aqui é um “ônibus” turístico que faz o tour pela cidade e, reparem na forma de “barco” dele, ele entra no mar e faz um passeio. Divertido em especial para crianças! Sobre outros tours, aqui não tem o bus Sightseens mas tem uns ônibus antigos fáceis de localizar

DSCN7789
Foto tirada no Pier da cidade. Uma delícia, cheio de restaurantes

DSCN7774

DSCN7779
Por aqui vários restaurantes gostosos, do mais simples ao mais “requintadinho”. Como todo Pier é um ponto turístico, os restaurantes aproveitam esta situação, claro, e por isto a dica de uma amiga que mora aqui é este da foto, Santa Barbara Shelfish Company a última casa do trapiche. O local é bem, bem simples, e muitos compram a comida na janelinha de fora e comem nas mesas grandes comunitárias que têm ali. A especialidade: muita lagosta (inclusive os sanduíches são um clássico nos EUA!) e caranguejo. Tem um aquário onde você vê tudo bem fresquinho!

DSCN7786
Esta aqui é a vista do Pier: golfinhos e Stand Up Paddle! Tem como ser mais perfeito?! A cidade é cheia de atividades ao ar livre

IMG_5038_2
Falando em atividades ao ar livre, esta aqui é uma bicicleta (gente, não sei o nome!)  de até 4 pessoas. Muito legal e várias pessoas andando! Também vi muito grupos de passeios com aquele patinete elétrico

IMG_5037_2
Esta é a feirinha que acontece aos domingos, com artistas locais – inclusive as lojas do centrinho expõe as obras aqui. Muita arte, telas de quadros e figuras lindas! Nada gastronômico, infelizmente…

Santa-Barbara-Dolphin
O marco da cidade, está imagem dos golfinhos demarca exatamente onde começa a State Street. Ao fundo, o Pier que falamos acima

state-street
Uma pequena ideia de como é a State Street. Uma via muito arborisada, uma delícia de andar! Para almoçar, passear no final da tarde, jantar e aproveitar os bares. Por aqui tem o cinema, balada e praticamente tudo gira em torno dela. Para os brasileiros que gostam de Jiu-Jistu, por aqui tem uma academia de um casal de amigos meus, a Marcella e o Rodrigo. Pessoas queridas e muito especiais! Podem fazer visitas e tirar dúvidas se tiverem que eles são uns amores e muito receptivos!

IMG_5282
Um dos lugares mais legais e deliciosos que eu fui, bem diferente! Blender in the Glass – você escolhe o seu smoothie e depois agrega “suplementos” a ele. Escolhi um de frutas vermelhas e acrescentei um Fat Burner Blend, hehehe... Como aqui o pessoal é bem natureba e esportista, ele faz a vez do sorvetinho na pesseada pela street. Programa delicioso de final de tarde!

Vários restaurantes por aqui: L’Entrecote, japonês, italiano, mexicano… Um dos lugares que fui com umas amigas para um happy hour que amei foi o Sand Bar. Animadíssimo, lotado e cheio de gente local. Amei! Com drinks maravilhosos e cozinha mexicana:

DSCN7751
Adorei o lugar! O ideal é ir cedo, por volta dàs 17 horas

IMG_5014_2
Os drinks do Sand Bar – a tequila (enorme e de-li-ci-o-sa)  e este drink de melancia, amei!

As lojas de cozinha e decoração em Santa Barbara também são as melhores dos EUA. Aqui na State Street ficam: Sur la Table, Marshal’s (loja “tem de tudo” bem baratex com vários achados de marcas boas de cozinha!) e uma outra de louças italianas que foi uma das lojas mais bonitas que já fui, mas falarei em um post isolado com várias fotos!
Sephora, Saks, grandes  marcas, entre outras vocês também encontram. Ps.: em uma ruela que dá na Sephora tem uma loja com todas as marcas de shapoos, para quem curte ali é o paraíso!
Na cidade tem um Whole Food também aqui na State Street mas que é necessário ir de carro. Bem perto dele tem um shopping aberto que é uma delícia, chamado La Cumbre Plaza, com uma loja enorme da minha loja de cozinha favorita William’s Sonoma, uma GNC (loja de suplementos) ótima, além de Macys, BCBG, Starbucks, supermercado, entre muitas outras coisas.

Um pouco fora deste “centrinho” onde tudo acontece em Santa Barbara, tenho 3 dicas must go: restaurante Boat House, dos mesmos donos do restaurante que indiquei no Pier, que fica em Hendrey’s Beach. Praia linda, lugar muito agradável e a comida deliciosa! Voltaria lá várias e várias vezes. A dica foi da minha amiga Marcella que mora por lá…

DSCN7745

DSCN7741
Chicken Salad servida na crosta

DSCN7743
Linguine ao vinho com camarões e vieiras. Impecável, muito bem feito e saborosíssimo!

Para um segundo dia, minhas outras dicas são dois programas que AMEI fazer e sugiro muito. Sair de carro para conhecer algumas vinícolas que a região é cheia e tem um dos melhores Pinot Noirs da Califórnia, como a vinícola Bridlewood em Santa Inez. Em seguida, conhecer Solvang, uma cidade graciosa com colonização dinamarqueza e uma gastronomia deliciosa, especialmente as confeitarias. Antes disso, parar para almoçar em um dos locais que mais gostei de conhecer na minha vida: Cold Spring Tavern (entrem no site para conhecer melhor a história e ver como chega por lá), “no meio do nada”, onde os motoqueiros antigamente faziam suas paradas nas longas viagens para comer o melhor sanduíche do mundo, o Tri-Tip Sandwich.
O astral do lugar, o sanduíche simplérrimo de comer ajoelhado, sentar nos bancos de madeira, cerveja e ver o pessoal de lá foi uma das experiências mais legais que tive. Não deixem de ir!
Vejam:

DSCN7799
Cold Spring Tavern é o nome deste restaurante do velho oeste, que há muitos anos existe, mas a minha dica não é comer aqui e sim no sanduíche “de rua” que fica aqui a lado

DSCN7797
Este!

DSCN7810
E assim o Tri-Tip Sandwich é feito – uma carne parecida com a nossa picanha e pão de trigo

DSCN7812
E depois você coloca os molhos. O melhor Barbecue do mundo!!! Este outro claro eu também amei, com mostarda dijon, e o terceiro bem hot

IMG_5062
HHmmmm! Melhor do mundo!

DSCN7801
E depois é só aproveitar o Tri-Tip ao som de uma música country bem americana. Adorei! Vejam o vídeo que postei no instagram, @bloglamiadolcevita ou #lmdvnacalifornia

DSCN7833
Próxima parada: Vinícola Bridlewood em Santa Inez. O vinho não tão renomado mas vale à pena a visita, o lugar é lindo, bem turístico e por isso sabe receber bem

IMG_5077

DSCN7842
A sala de degustação

DSCN7848

DSCN7865
Depois seguimos para Solvang. Esta cidade é uma delícia! Passear por aqui e ver as confeitarias que são paradas obrigatórias com os doces típicos

DSCN7886
Com uma gastronomia bem colonial, o que reina por aqui são os Danish – um tipo de pão doce com diversos tipos de recheios

Espero que tenham gostado e que as dicas ajudem! Se alguém for, depois me conta que vou adorar saber!!!

Depois de Santa Barbara segui por toda a costa pacífica rumo à San Francisco. Fiz em apenas um dia (umas 6 horas) com paradas em Carmel e Monterey, duas cidades deliciosas e bem charmosas. Fica a dica!